Pardinho inicia Planejamento Estratégico de Governo 2018-2020

Home > Notícias
01pardinho

A cidade de Pardinho, situada na região de Botucatu, a 193 km de São Paulo, é relativamente jovem. Elevada a município em fevereiro de 1959, está prestes a completar 60 anos e possui menos de 6 mil habitantes (2010). Apesar da pouca idade, o município está entre aqueles que valorizam a boa gestão dos recursos públicos. Por isso, a Prefeitura Municipal firmou no dia 23 de maio de 2018 um convênio com o Instituto Jatobás, com o objetivo de receber apoio para o desenvolvimento de um Planejamento Estratégico de Governo para o período 2018-2020. A cerimônia de assinatura do convênio contou com a presença de Luiz Alexandre Mucerino, vice-presidente do Instituto Jatobás, do responsável jurídico da Prefeitura, representando o prefeito Dito Rocha, e de Mauro Zanin, diretor da Interação Urbana, empresa que dará o suporte técnico ao projeto (veja Galeria de Fotos).

Planejamento Estratégico de Governo
O Planejamento Estratégico de Governo é uma ferramenta fundamental para a superação dos diversos desafios da administração pública municipal. Ele apropria conceitos e boas práticas de administração e gestão pública, para que o município conduza programas e ações dentro da realidade econômico-financeira de seu orçamento e aportes planejados. O planejamento também permite traçar os caminhos para o conjunto de políticas públicas nos próximos anos e viabilizar as metas previstas.

A primeira reunião de trabalho do novo projeto de Pardinho ocorreu no próprio dia 23 e se estendeu por dois dias. O encontro deu início à etapa de diagnóstico e teve consultores especialistas da Interação Urbana nas áreas de educação, saúde, desenvolvimento social, infraestrutura, cultura, esportes e áreas-meio (como administração e finanças). O objetivo foi realizar um levantamento da situação atual da prefeitura e deliberar pela criação do Grupo Municipal de Planejamento (GMP), que acompanhará o projeto e fará o monitoramento das ações a serem implementadas. O diagnóstico foi apresentado pelos próprios gestores municipais no encerramento do encontro.

Responsabilidades
O projeto terá a duração prevista de 12 meses, entre a elaboração do Plano de Trabalho, atividades de campo e entrega dos diversos produtos relacionados a ele. Contratada pelo Instituto Jatobás para capacitar tecnicamente o município em um projeto que visa fortalecer a governança administrativa, a Interação Urbana apoiará a prefeitura na elaboração técnica de programas, ações, metas, indicadores e orçamento; elaboração de um Programa de Metas de Gestão, tornando claros os projetos e indicadores de resultado; e estabelecimento de um painel de gestão, entre outras atividades. Para isso, a Interação Urbana fará a implantação da metodologia em campo, junto à prefeitura e à comunidade, e aplicará as ferramentas e metodologias que garantirão a apropriação dos benefícios do processo pelo poder público.

Já o Instituto Jatobás, investidor social do projeto, fará a estruturação metodológica e a estratégia de comunicação; prestação de contas junto aos seus mantenedores; governança junto aos parceiros; aprovação e realização de aportes ao projeto; análise dos produtos; visitas programadas ao município; organização de reuniões de alinhamento entre os participantes; e articulação de parcerias locais para apoio ao projeto.

A contrapartida da Prefeitura será fornecer todos os dados, informações e indicadores necessários para a execução das atividades; disponibilizar as equipes técnicas das secretarias; e coordenar a preparação de reuniões com as comunidades envolvidas.

 

08pardinho-jatobas-box

SOBRE O INSTITUTO JATOBÁS

O Instituto Jatobás foi criado em 2002 por sua atual presidente, Betty Feffer, e localiza-se na Fazenda dos Bambus, com sede em Pardinho (cidade considerada a capital paulista da música caipira). Trata-se de uma organização não governamental, sem fins lucrativos, cuja missão é influir para ampliar a consciência e oferecer conhecimento para a construção de um caminho coletivo solidário e sustentável. A partir do projeto Ecopolo de Desenvolvimento Sustentável, a entidade desenvolveu, implantou e operacionaliza programas e ações para promover o desenvolvimento sustentável. O propósito do Instituto é replicar o conhecimento adquirido e a experiência acumulada para beneficiar outros municípios, a médio e longo prazo. Todo o trabalho é realizado através de um processo participativo, democrático e inclusivo. O Instituto conta com a Fazenda dos Bambus e o Centro Max Feffer Cultura & Sustentabilidade, onde desenvolve parte de suas atividades. Saiba mais em: http://www.fazendadosbambus.com.br/historia.php


CLIENTES

PARCEIROS

PARCEIROS